11 5588-3262 / 2924-1151 / 5021-3399
Rua Onze de Fevereiro, 256 São Paulo/SP
(11) 9.4084-6551

5 dicas de como definir o local do seu restaurante

Menuart: Excelência em CardápioBlog5 dicas de como definir o local do seu restaurante

Abrir um restaurante é uma excelente escolha, embora costume ser acompanhada por algumas dúvidas, como tipo de culinária, tamanho do espaço e oferta ou não de serviços de delivery, por exemplo.

Além disso, há outra dúvida fundamental e que interfere diretamente nos resultados obtidos a curto, médio e longo prazo: sua localização, que pode tanto ser uma ferramenta para a obtenção de uma boa rentabilidade como algo que o afastará do tão sonhado sucesso.

Para te ajudar com esta questão, nós separamos 5 dicas práticas para a escolha. Coloque-as em prática e veja como essa questão tão importante será um assunto tratado com mais praticidade.

Dicas essenciais para escolher o local do seu restaurante

Quanto mais dicas forem aplicadas em conjunto, melhor para a obtenção dos resultados!

1 – Faça boas pesquisas

O primeiro ponto é pesquisar bastante. Afinal de contas, é difícil estar apto a tomar uma boa decisão se não houver qualquer planejamento prévio.

Busque saber na internet quais são boas regiões para se instalar na cidade ou bairro desejado, onde é possível ter contato com opiniões sinceras dos potenciais clientes.

Além disso, também vale a pena procurar por corretores de imóveis para saber quais são os pontos comerciais à disposição e quais deles apresentam o melhor custo-benefício para a sua proposta.

2 – Analise os estabelecimentos já presentes

Depois de ter escolhido uma região, faça uma visita pessoal ao local, principalmente nos horários de maior movimentação, como durante o almoço, e veja como é o movimento por ali.

Se houver muitas pessoas, então vale a pena investir em um restaurante, já que eles terão uma nova opção para frequentar e, assim, podem se transformar em novos clientes.

Caso os restaurantes estejam vazios, fique atento, pois pode ser que o público em potencial não seja tão grande. Porém, considere também outras possibilidades que também levam a um menor movimento, como preços cobrados e qualidade do atendimento, por exemplo.

3 – Enxergue oportunidades de mercado

Em consonância com a dica anterior, vale a pena ter um olho crítico e certeiro para encontrar oportunidades que, por vezes, passaram despercebidas à concorrência.

Levando em consideração o exemplo anterior, pode ser que interessados não tenham investido em um restaurante em determinada região porque não havia muito público nos que ali já existiam, mas essa é uma questão que pode ser resolvida com posicionamento de marca e um bom planejamento.

Se os outros restaurantes estiverem muito longe, é quase certo que uma parcela desses clientes terá o desejo de visitar um novo estabelecimento na região. Se gostarem, as recomendações tendem a aumentar e, assim, a te colocar como um ponto de encontro daquela região.

4 – Leve em consideração a facilidade de locomoção

Quão fácil é para os clientes chegarem ao restaurante? Ele fica próximo a estações de trem e metrô, pontos ou terminais de ônibus e outras formas de transporte público? E se forem de carro, há vagas para estacionar (seja no próprio restaurante ou na rua)?

Esses são pontos essenciais a se considerar. A facilidade de acesso está diretamente relacionada ao preço cobrado pela locação, é verdade, mas o investimento deve trazer lucros se a estratégia for bem definida.

5 – Escolha um cardápio adequado para a região

Por último, mas não menos importante, o cardápio também tem ligação direta com a localização do restaurante, embora isso possa não ter passado por sua mente.

Vamos tomar como exemplo o bairro da Liberdade, em São Paulo. Ele é famoso pela influência japonesa no município, ou seja, quem se desloca até lá muito provavelmente está interessado nesse tipo de culinária.

Talvez seja um tiro no pé investir em uma churrascaria ou restaurante italiano por ali, já que isso não atrairia tanto o público quanto um restaurante japonês com boas opções e preços que cabem no bolso, por exemplo.

Busque conhecer bem a região para entender os hábitos e preferências alimentares ali presentes e, assim, poder otimizar seu planejamento.

Escolha o melhor lugar possível para seu restaurante!

Ao seguir essas dicas simples, a decisão será facilitada e você estará ainda mais perto de ser o novo proprietário de um estabelecimento bem-sucedido.

A Menuart atua no desenvolvimento de materiais de comunicação visual para restaurantes, como cardápios, e pode te ajudar a oferecer uma experiência agradável aos clientes, que poderão escolher entre as opções disponíveis em um material excelente, do design à fabricação. Faça esse investimento e colha ótimos frutos a curto, médio e longo prazo!

Chat